Deputado Marcell Moraes parabeniza Anguera pela passagem dos 56 anos de emancipação política

O deputado estadual e protetor da causa animal Marcell Moraes (PV), apresentou uma Moção de Congratulações na Assembleia Legislativa da Bahia, parabenizando o município de Anguera pelos seus 56 anos de emancipação política e administrativa, comemorados 20 de novembro.

A região era primitivamente habitada pelos índios paiaiás, o território integrava a sesmaria concedida ao sertanista João Peixoto Viegas, pelo Governador Geral do Brasil, Dom Jerônimo de Ataíde, em 1655. Em 1855, o capitão José Marques de Oliveira Lima edificou uma escola pública e uma igreja em sua fazenda Almas. Formou-se o povoado com esse mesmo nome, tornando-se pouso obrigatório de tropeiros em trânsito para o porto de Cachoeira.

Desenvolveu-se em função da cultura de fumo e da criação de gado. Elevado à categoria de vila em 1890, teve o nome mudado para Anguera.Na década de 1970, a construção da Rodovia BA-052, também conhecida por Estrada do Feijão, impulsionou o desenvolvimento do município.

As manifestações culturais e a culinária dos anguerenses podem ser vistas durante os tradicionais festejos juninos. A agropecuária é um dos componentes da economia da cidade. A religiosidade tem grande expressão na festa da padroeira local, Nossa Senhora da Conceição, festejada em 8 de dezembro.

“É com muita alegria e satisfação que parabenizo os 56 anos de emancipação político-administrativa dessa terra tão hospitaleira que é Anguera, que nesta data tão simbólica e festiva todos os anguerenses sintam-se homenageados. Muito sucesso e progresso para toda essa cidade encantadora. Parabéns, Anguera”, felicita o parlamentar.