Hotel que impediu Marcell de dormir com cachorro em quarto pede exclusão de postagem e TJ nega

Na decisão, o TJ argumenta que as postagens do deputado são apenas reclamações 

O Grande Hotel de Juazeiro ingressou com pedido de liminar na Justiça contra o deputado estadual Marcell Moraes. O estabelecimento pedia na ação que o parlamentar retirasse de suas contas nas redes sociais um vídeo em que aparece “denunciando” que teve seu cão barrado no quarto do hotel.

“Pensem em um absurdo! Acabei de ser barrado no Grande Hotel de Juazeiro por não deixarem dormir com meu filho Zé! Triste em saber o retrocesso de nossa Bahia em prol dos animais. Vou lutar sempre contra esse absurdo e vou entrar com um processo contra esse hotel que é contra os animais”, escreveu no Instagram.

Na gravação, uma mulher, que se apresenta como gerente do local, tenta argumentar. “O senhor pode dormir no hotel, mas ele não pode. Vamos arrumar um local. Não estou proibindo ele de dormir aqui”, diz.

Na decisão, o TJ argumenta que as postagens de Marcell são apenas reclamações. “Revelam apenas postagens de reclamação feita pelo réu contra o estabelecimento que, segundo noticia, não teria permitido a entrada do seu animal, inexistindo nelas conteúdo ofensivo à honra e à reputação desse hotel, valendo registrar, de logo, que, por força do princípio constitucional da liberdade de manifestação de pensamento, se os comentários se limitam a tecer críticas prudentes – animus criticandi – ou a narrar fatos – animus narrandi, há, nesses casos, exercício regular do direito de informação”.

 

FONTE: Metro1